terça-feira, 28 de fevereiro de 2006

esse eh o meu lugar... essa eh a minha casa...


 o que digo aqui, eh apenas para ouvir os écos, como se eu estivesse numa caverna escura sozinho comigo mesmo... não busco ser ouvido por ninguem a não ser eu mesmo.


 


Ela


O principio de todas as coisas


Ela...


Que me deixa só comigo mesmo


Ela...


Que ama não a mim...


Ela...


 


Eu...


Que acidentalmente sempre me vejo só


Eu...


Que sem saber o por que me encontro


Nas piores esquinas do amor


Eu...


Tão azarado a ponto de me deixar amar


Quem a outro quer...


Eu...


 


O Nosso...


Que eu nunca encontro o meu...


O nosso...


Que nunca veio me beneficiar...


 


Procuro no lugar errado quem sabe...


Sonho com amores que não são pra mim...


Talvez nem sonhe com o que eu quero de verdade.


Ou quem sabe ao te querer de verdade,


alguma força que desconhecida te tirou de mim...


tolice, você nunca foi minha...


Vai ver não posso ter o que mais amo...


 


Talvez você seja apenas um sonho...


Pois não me parece real quando te abraço,


Não me parece real eu adorar seus defeitos...


Não me parece real que nós tenhamos nos encontrado


Para nunca sermos um do outro...


 


A partir do momento


Que você me trouxe a angustia


Sabia que a deveria esquecer


Eu a destruí dentro de mim...


Tirando a alegria que me dera


Agora só posso pedir perdão...


Dizer que nada disso faz sentido agora...


Dizer que devemos esquecer e seguir em frente


Se você for apenas uma ilusão minha...


Sei que é isso que vai acontecer...


Seremos amigos, ou quem sabe menos... 


Mas, se você for real? O que acontecera!?

Só os fatos irão dizer...

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2006

Vale a pena… vale a pena ? Caramba eu me dou as resposta e não quero seguilas!!


Vale a pena… vale a pena ?


 


Duvida. É como uma arvore que cresce no concreto.


Uma duvida pode acabar com pilares,


Estruturas de metal e pedra.


Ela cresce desiludida, toma forma e aumenta,


Prendendo e enforcando seu coração


Uma duvida, uma incerteza…


É apenas o medo da resposta.


Às vezes preferimos a duvida e não a verdade.


Por que a duvida é o que se tem,


Mas a verdade tem sempre que se buscar.


E dessa duvida surge outra duvida:


Será que vale a pena saber a verdade?


Eu digo que é melhor sofrer pela verdade,


Do que sofrer pela mentira.


E não há nada de digno em viver se enganado


Mesmo que a mentira ou a duvida nos dê a paz


Ou até a felicidade.


Um dia ela fica tão grade que suas raízes e seus galhos


Quebram essa base de concreto. E tudo se desfaz em mil pedaços

E você é soterrado pela dor.

terça-feira, 21 de fevereiro de 2006

o que é simples como a natureza, e tão intenso quanto a certeza da vida não pode se traduzido... e nem pode ser verdade


Me diz porque ao admirar seus olhos só penso em sorrir?

E em cada momento só penso em curar,

A doença que me corrói ao agradecer a cada momento ao seu lado

Ao ouvir seu sorriso, sentir sua presença e ao seu toque

Eu apenas quero fugir,

Pois isso tudo parece um sonho,

E por ter medo de buscar o perfeito e me machucar

Prefiro dizer adeus, pois sei que

O sonho lindo e bom, não existe

Pois nada é perfeito...

sábado, 18 de fevereiro de 2006

"eu não quero"..... eu não iria escrever... mais não consegui hehe... aqu vai um novo...


Eu não quero

 

Vejo seus olhos

E penso em voltar

Mas na sua presença

Não quero ficar

 

Pois a cada momento

Fascino-me mais por você

E a qualquer momento

Eu vou querer dizer...

 

Seus olhos grandes

Lindos e penetrantes

Dominam minha mente

E enchem de repente,

De desejos em vão.

 

Sei apenas que não quero te amar

Pois pode doer

Pois posso me machucar...

Sei apenas que não quero beijar-te

Pois ao tocar seus lábios,

Posso me entregar,

Deixar que o amor...

Venha me dominar...

Sei apenas que tenho medo de te amar

E que você o meu amor venha desprezar

Eu não quero me entregar

Prometi a mim mesmo,

Que não mais o faria,

E com afinco lutaria

Para nunca me apaixonar...

 

Eu não quero uma ilusão,

Não quero que me hipnotize com uma canção

E que assim leve meu coração.  

 

 

Mais um repetido.. esse eh da minha expo... nossa faz tempo.. hehe


Alma, Minha.

   

Minha alma é o que me dá coragem de viver.

Que quer sempre mostrar a todos que é única e importante.

 Meu pingente (minha espada) é a sua representação

Que sempre carrego comigo perto do meu coração.

Ela me impulsiona pra frente, quando meu corpo desiste.

Da a mim, um motivo pra abrir os olhos todos os dias.

Ela me diz que eu tenho valor,

Diz que faço parte dessa maquina

E que sem mim, tudo para.

Diz que eu tenho alguma coisa pra deixar

Pra todo esse mundo medíocre de pessoas muito

Melhores do que eu, em tudo.

Às vezes gosto de pensar assim, e acreditar...

Acreditar na minha alma.

Mas eu sei que ela mente, e me ilude.

Talvez eu seja apenas o adesivo, de “perigo!”,

Que colocaram nessa grande maquina chamada humanidade.

domingo, 12 de fevereiro de 2006

OS caminhos q nos guiam... então o q será!? OJOGO!!


O Jogo


 


Como o velho disse


Estamos em um jogo humano


Onde as regras foram criadas por nossa raça


E depende apenas de nós,


Fazer que nossos desejos se cumpram,


Apenas desejar da forma mais egoísta


E pura, buscar pra você, para todos a sua volta.


Desejar,


Sabendo que seu desejo tem q se sobrepor


Aos de muitos outros.


Desejar,


Não permitir que te vençam na primeira rasteira


Desejar,


Lutar até você ser eliminado pra fora do jogo.


Só parar se for desclassificado por regras...


Regras que não lhe é permitido o controle,


 


O contentamento....


Saiba que nem tudo vai ser seu


Não importando o tamanho da sua luta


Não importando o seu merecimento


Nem mesmo o tamanho do seu desejo,


Existem regras, existem poderes...


Nós nem sempre temos os poderes e as regras


Ao nosso lado.


 


Mas agora percebo que nesse jogo,


Nessa jogada o que mais eu vou lamentar perder...


Não são quatro anos de futuro


E sim quatro anos sem estar ao seu lado.


Que idiota!


Não me preocupo em ser desclassificado,


Preocupo-me de não te acompanhar...


De estar com você,


Esse então é meu desejo mais egoísta,


Você,


Ter você, compartilhar com você,


Desejo que você se sinta segura,


Em contar seus segredos.


Se compartilhar inteiramente comigo...


Esse é o meu desejo egoísta,


Não só esse...


Pois os quatro anos.... são importantes


 


Acabo de constatar,


Que dois desejos profundos e importantes


Que me acompanham,


Dependem não só de mim...


Meu empenho agora será o dobro


Apelos e choros serão quem sabe,


O que é preciso,


Caso for...


Dane-se o orgulho


Pois estarei orgulhoso em te acompanhar


 


Este é o jogo!!


Então vamos jogar...


Perdendo ou ganhando...


Sei apenas que com você eu quero estar...


 


 


 


“”::|O Jogador|::”” não preciso dizer mais nada não é!?


 

sábado, 11 de fevereiro de 2006

esse, vale a pena, postar de novo, Sofrimento Perdido...


Sofrimento pedido


 


Encostei-me a ti sabendo que era vento


Sabendo que era tempo


Que passa e não volta mais


 


Abracei-te como ao um sonho


E por saber que era sonho


Deixei o sonho me levar


 


Por isso...


Sabendo que era folha


Que planava ao vento


Sabendo que o desejo


Em forma de acalanto


Não pude nem chorar


Não pude ao menos clamar


Quando a brisa soprou


Quando o tempo passou


Quando o sonho acabou

Quando o tempo à folha secou.

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2006

dois textos, para uma linda pessoa... e seu nome ai estar... casoqueira encontar...


Seu sorriso



O seu sorriso lindo
A mim capturou
E em seus olhos claros
A luz referiu...
Dando ao seu rosto
Um ar de anjo
Transformou-te em deusa
Roubo-me o coração,
O seus lábios...



É você 45u47



Quando eu te vi
Sob o sol dessa terra
Eram asas de anjo
Ou a encarnação de uma deusa
Que a mim se mostrou

E meu coração aos saltos
Rasgou meu peito
Deixando um vazio
Corria para alcançar a deusa
Inalcançável, linda.
E eu fiquei com a saudade

Com a vontade de ver-te novamente.
Meu coração não tão ingênuo
Não buscava a Deusa,
Pois ela era inatingível...

Ele se apaixonara
Pelo que vira na alma da Deusa:
A mulher, vulnerável.
Que chora, que sofre...
Que pede ajuda.
Que quer um coração só para ama-la

Eu aqui a esperar o mesmo,
Sonhar com o dia em que meu coração volte
Não sozinho, para encher meu peito de tristeza,
E melancolia.

Espero que ele volte, com ela.

 



domingo, 5 de fevereiro de 2006

Nâo é um texto novo... mas eh bonito... e acho q vo reaproveitar uns... então la vai!!


Procura no jardim da vida?


 


A um jardim de flores


Eu me entreguei


Procurando amores


Que não achei


Encontrei espinhos e solidão


Em pétalas de dor e desilusão.


 


Entre tantas flores tentei encontrar


A mais diferente e singular


Entre o desprezo ao meu coração


Você não deixou minha procura


Ser tornar em vão.


 


E em um momento, um olhar...


Senti o tempo parar


Senti a lagrima rolar


Senti o coração disparar


 


E com um só toque eu pude crer


A escolhida seria você


A mais perfeita na imperfeição


A mais agradável na perturbação


 


Os espinhos não me feriam


O seu aroma me seduzia


As suas pétalas me encantavam


Sua beleza me confundia


 


A você então me entrego


Pelo seu amor me regenero


A minha busca em fim termina


 


O sonho então se concretiza...


Por você!