domingo, 14 de dezembro de 2014

Três poemas para uma noite escura

Eu tenho Tentado

Eu tenho tentado
Fazer valer a pena
A falta que você me faz.

Eu tenho tentado
Fazer valer a pena
Os sonhos que ficaram pra traz.

Eu Tenho tentado
Não lembrar das tardes
Em que deitados ficávamos
A cada segundo tento esquecer
O sabor dos seus lábios.

Tenho tentado me lembrar
Quer fiz a escolha certa
E que o futuro é
uma estrada incerta.

Olho outros casais e sinto saudade
De compartilhar com você
Alguma novidade,
da cumplicidade e das diferenças
dos desencontros e das esperanças.

Gostaria de uma vida
que minha única escolha
fosse viver ao seu lado,
e te fazer feliz
fosse meu maior legado.




Seu Sol e nossas estrelas

Não existem manhãs
Sem o sol do teu nome
Nem saudade que baste
Onde meu amor se esconde.

Nossas lembranças
são estrelas cadentes,
brilhando na escuridão noturna
da minha mente.

O seu sorriso foi
Minha estrela guia
O Seu abraço minha alegria

Abri mão do meu sol,
Mas me restou um céu estrelado
Que levarei comigo
Mesmo que todo o resto
Tenha se apagado.

Ainda me lembro...
do calor do seu dia
me queimando a pele.

Temo nunca mais sentir
um calor igual ao seu.
E a vida em fim me diga:
“Veja tudo que perdeu!”




Das peças que se encaixaram

Tudo era abandono
Antes de você chegar
Meu coração,
um deposito de sonhos
esperando alguém voltar.

Tudo era melancolia
Antes do seu beijo
Trazer-me a alegria
e no seu abraço
Eu era apenas desejo.

Tudo ficou completo
Quando você chegou
O deposito foi aberto
E meu sonho mudou...

Sua presença me preenchia
Com o calor de estar ao seu lado.
O Sol que uma noite escura
Tinha iluminado.

Matou minha angustia
Com o veneno de ser amado
Estancou a solidão
Com o torniquete de um abraço.

quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

Votos de aniversário a um amor imaginário. 2º O Desejo de felicidade.

Duas formas de desejar feliz aniversário, dois exercícios sobre um relacionamento.


2º Desejo de Felicidade


Não me faltam votos para te desejar nesse dia, toda felicidade e alegria do mundo seriam pouco, todos os amigos e momentos que deixem saudades, não seriam nada,


Desejar que todos seus sonhos se realizem nunca seria o bastante. Na verdade nem sei o que te desejar, que viva um longa e confortável vida, talvez? ou uma vida intensa mesmo que não tão confortável, mas cheia de aventura e histórias para contar?


Talvez muitos amores, ou melhor ainda, um grande e forte que te faça querer mais, buscar mais, ser o que você mais quer. Um grande amor que te leve o mais alto que alguém já esteve, sem te tirar do quarto, da cama.


Talvez muita saúde, porque, afinal, ter saúde nos permite aproveitar melhor a vida.


Discernimento, para que faça sempre as melhores escolhas para você e para os que estão ao seu lado.


Ou melhor, te desejo sorte para que ganhe na mega sena (jogue o numero 13 por mim) ganhe muito dinheiro e resolva 60% dos problemas da vida. E talvez tudo que te desejei lá em cima seja bem mais simples de ser feito.


Te desejo tempo, para apreciar seus amigos, família, um bom livro, um bom disco, um bom jantar, tempo para apreciar o sol, a lua, o mar, tempo para sentir o vento e ver o tempo passar.


Desejo que descubra uma espécie nova de orquídea e que esta leve seu nome (seria a minha especie favorita, teria um jardim inteiro delas).


Desejo amores e amigos sinceros ao seu redor, para que eles cuidem e amem você, e deem todo o carinho e atenção que eu não posso dar daqui, de tão longe.

Que eles te ajudem a conseguir tudo que eu disse acima, quando eu não puder. Que te façam um festa surpresa e um bolo cheio de velas, que pendurem em uma arvore mil votos de alegrias e felicidades para você e tudo o mais que um dia eu tenha desejado fazer por ti.


Um grande beijo, um forte abraço (daqueles em que a gente se entrega por um longo tempo apenas sentindo o outro)


Um ótimo dia.

Um feliz aniversário.

Votos de aniversário a um amor imaginário. 1º O Desencontro

Duas formas de desejar feliz aniversário, dois exercícios sobre um relacionamento.

1º O Desencontro

Uma mensagem chegou em seu celular, era dia 9, faltavam quatro dias para seu aniversário, e ver o nome dela brilhar naquele visor fez seu coração bater mais rápido

"Oiii! manô! vc tá livre no domingo a tarde? tipo umas 14h? descobri umas sessões de filmes que eu queria muito ver, topa ir comigo? Vê ai e me fala ok? Bjs"

Ele adorava como ela escrevia, (bem do jeito que falava) a lembrança da sua voz macia dizendo "manôôô" dando enfase no "o" o fez sorrir. Segurou a empolgação e a vontade de responder um sim prontamente, no lugar disso escreveu:

"Olá moça, parece legal, acho que posso ir sim, não pensei em nada pro meu aniversário, te ver vira uma comemoração :D
vou confirmar direitinho e te confirmo sexta, tudo bem?
beijos!"

Ela nada respondeu... Assim seguiu-se dia 9, 10, e ele resolveu confirmar, era sexta a noite:

"Oi moça, confirmado agente se vê as 13h na catraca do santa cruz ta bom?
beijos"

Pressionou o enviar e só então notou que escreveu "agente" no lugar de "a gente".

"Putz, como sou burro! mas acho que ela não vai ligar pra esse detalhe" Pensou ele. E ela realmente não ligava, pois ele sempre escrevia "agente" sem notar, milhares e milhares de vezes.

Ela respondeu logo depois, e seu coração se acalmou com isso:

"Aêêêêêê!!!
manô, tava olhando na minha agenda e vi que era seu aniversário na segunda e achei muito bom q vou poder te dar uma abraço e te desejar pessoalmente os Parabéns!
tá fechado então! 13h no metrô santa cruz :)
beijos e até lá!"

Seu coração novamente perde a calma após ler a mensagem dela. Logo veio em sua mente como seria este encontro, como seria bom sentir o abraço, o perfume, o seu toque e sua presença.

Mas foi no sábado a noite que seu coração pulou novamente. O nome dela brilhou em seu celular.

"Oi! Mudança de planos!" Ao ler essas palavras seu peito se encheu de tristeza, deu uma pausa na leitura, respirou e voltou a ler:

"Acabei de ver aqui que não vai ter a sessão que a gente queria, mas tem um festival de cinema infantil, é um pouco mais cedo, começa as 10:30, acho que da pra nos encontrarmos as 9:45 lá, o que acha?"

Alivio... ainda a veria! Prontamente respondeu um grande "Sim, sem problemas! acho ótimo, teremos mais tempo juntos :)"

Refez os planos em sua mente e preparou o despertador, não queria se atrasar.

Levantou as 7h30 e as oito já estava a caminho, colocou os fones e começou a ouvir musica, seus pensamentos foram de encontro a ela, começou a relembrar momentos que passaram juntos, das risadas, das saudades.

Foi quando o seu celular vibrou, era ela:

"Oi, sei que está meio em cima da hora, espero que não tenha saído de casa ainda, mas não vou poder ir mais"

Seu mundo perdia a cor ao ler essas palavras. Ele foi soterrado por suas expectativas.

"Tive alguns problemas, não vou poder ir mais, espero que você leia a tempo. Beijos"

Ele não quis responder, o ônibus seguia, e junto ele também ia em frente. Sentado, umas das mão segurando o queixo, o MP3 inicia Somewhere in the middle do Dishwalla.

Uma nova mensagem 20 minutos depois:

"Manô, acho que não deu pra vc ver as minhas mensagens né?
então, não vou mais lá. Como acho q vou voltar no próximo fim de semana, a gente pode combinar algo, ok?
beijo grande e bom restinho de fim de semana"

Ele respira fundo, e decide responder.

"Oi, vi sim suas mensagens, mas já havia saído de casa, pena que não deu, até a próxima então. Bjs"

Seguiu em frente e comemorou seu aniversário com um ponte cheio de decepção.

terça-feira, 12 de agosto de 2014

O Clã das Aloiradas

Bem-vindos ao clã das aloiradas

Com suas raízes escuras

E pontas amareladas.

Fazer parte, é quase de graça

Basta ter tons de cobre, latão e palhoça.

 

Queremos luz em nossa existência apagada

Nos enquadrar no molde da boneca palhaça.

Gostamos de pensar que temos o poder da escolha

Entre a vilã da novela ou a ex modelo apresentadora.

 

A tintura é mais barata que uma personalidade

E já vem com toques de “beleza e jovialidade”.